Translate this blog

Pesquisar este blog

sábado, 15 de março de 2014

Banco de Alimentos de Santos: case de sucesso apresentado no SEHLIPA

‘A busca por um propósito’: tema da palestra de Daniel Ferratoni no Seminário de Hospitalidade

A [RH] revela o nome de mais um palestrante do Seminário de Hospitalidade, que acontecerá no próximo dia 24 de abril de 2014 em São Paulo. Seu nome é Daniel Ferratoni, ele é Co-fundador do Banco de Alimentos de Santos.

Em sua apresentação ele irá compartilhar, além de sua brilhante trajetória profissional, reflexões sobre negócios com causa e empreendedorismo e inovação social.

Daniel afirma que vai dividir com o público sua trajetória profissional, seus aprendizados e inquietações, após ter passado por empresas de grande e médio porte e vivido na Índia. Conheça um pouco mais sobre esse empreendedor social por meio da entrevista a seguir.

Ficha técnica da apresentação

Nome: Daniel Ferratoni         

Cargo: Co-Fundador

Organização: Banco de Alimentos de Santos

Tema central da apresentação: A busca por um propósito

..:: Entrevista ::..

Apresente-se! Conte um pouco de sua história e trajetória profissional.

Sou formado em engenharia de produção mecânica e pós-graduado em marketing. Passei por algumas empresas dos ramos da indústria e serviços de grande e médio porte e, paralelamente, sempre cultivei o interesse por temas como voluntariado, terceiro setor e solidariedade.



Em um dado momento tive contato com o conceito de “negócios sociais”. Foi quando identifiquei a oportunidade de unir o serviço a um propósito. Assim, busquei qualificação, comecei a me especializar e fui para a Índia trabalhar com Turismo Social. A partir desse momento me aprofundando também na espiritualidade e voltei ao Brasil com o sonho de criar um negócio social, que pudesse ajudar os mais desfavorecidos em algo essencial: alimentação.

Conte um pouco da história do Banco de Alimentos de Santos e os principais resultados alcançados até o momento.

O que motivou a criação do Banco de Alimentos de Santos foi a busca pela realização de um sonho, um propósito. Após ter vivido na Índia eu idealizava a criação de um negócio social, então fui apresentado a Lucila Matos, que se tornou parceira no projeto. Ela também sonhava com algo semelhante.

Depois de muitas conversas, decidimos nos juntar e sonhar juntos. Rodamos 30 pilotos, coletamos quase 11 toneladas de alimentos e destinamos a comunidade da Alemôa, região carente de Santos, por meio de uma líder comunitária local.

Em paralelo, nos estruturamos para lançar uma campanha de Crowdfunding para arrecadar recursos e dar o ponta pé inicial. Atingimos a meta e formalizamos a ONG no início de 2014.

Como você percebe o apoio e a adesão da população a ações como aquelas promovidas pelo Banco de Alimentos de Santos? O cenário futuro é promissor?

Trabalhamos no combate de desperdício de alimentos. Gostaria de dizer que esse “mercado” não é promissor, mas infelizmente, muito alimento ainda vai para o lixo que poderia ser aproveitada.

O Banco de Alimentos de Santos tem como foco conscientizar as pessoas quanto ao combate do desperdício e, para tanto, oferecemos oficinas nas comunidades carentes da cidade. Durante esses encontros discutimos temas relacionados a alimentação, higiene e saúde, por exemplo.

As oficinas realizadas pelo Banco de Alimentos de Santos também contam com a participação de parceiros, que são fundamentais ao sucesso da organização. A primeira oficina (fotos) foi ministrada pela chef de cozinha Maísa Campos, que foi vencedora do reality show “Cozinheiros em Ação”. O objetivo daquele treinamento foi ensinar formas de reaproveitar integralmente os alimentos e passar receitas exclusivas.





Eventos como o Seminário de Hospitalidade são essenciais para que o empresariado troque experiências e fortaleça a rede de contatos. O que você planeja apresentar aos participantes do SEHLIPA | São Paulo 2014?

Falar sobre a minha trajetória profissional e a paralela busca de um propósito naquilo que estava fazendo, que culminou na ida pra Índia e na criação da ONG Banco de Alimentos de Santos.

Em linhas gerais, qual seria sua orientação aos jovens empreendedores brasileiros? Em sua visão, quais principais competências técnicas e habilidades pessoais que um jovem precisa desenvolver para ter sucesso no terceiro setor?

Ter propósito e valores pessoais bem definidos. Autoconhecimento, Autoconsciência e buscar sempre sair da sua zona de conforto.

Grande abraço e até lá!

Daniel Ferratoni

..:: [Sobre o evento] ::..

O tema central do SEHLIPA | São Paulo 2014 é “Gestão de Experiências em Hospitalidade”, então serão ministradas quatro palestras com profissionais expoentes em suas áreas de atuação, cada um tratando sobre um dos domínios da Hospitalidade: pública, comercial e doméstica.

O objetivo do evento é reunir empresários, profissionais do mercado e autoridades atuantes no setor serviços para discutir a Hospitalidade no contexto das organizações. O background do SEHLIPA | São Paulo 2014, naturalmente, é o mercado de serviços no litoral paulista.

..:: [Histórico] ::..

A primeira edição realizou-se no município do Guarujá e a segunda em Praia Grande, ambas localizadas na Região Metropolitana da Baixada Santista, a cerca de 100 km da capital paulista. Com o objetivo de ampliar o raio de impacto do evento, a [RH] optou por sediar uma das edições do SEHLIPA em São Paulo, mas futuramente o evento voltará ao litoral do estado.

..:: [Apoio institucional] ::..

O SEHLIPA conta com o apoio institucional de diversas entidades do setor de serviços, tais como, o São Paulo Convention & Visitors Bureau, a Federação dos Convention & Visitors Bureaux do Estado de São Paulo, a Associação dos Municípios de Interesse Cultural e Turístico, a Associação das Prefeituras de Cidades Estância do Estado de São Paulo e a Associação Brasileira de Compradores para Hotéis e Restaurantes.