Translate this blog

Pesquisar este blog

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Panorama eleitoral regional: candidatos da região não têm propostas para o turismo

Por: Aristides Faria

Hoje (05) tive a oportunidade de ler o resultado de uma pesquisa eleitoral regional realizada e publicada pelo jornal Boqueirão News. Os resultados, penso, estão dentro de um cenário esperado.

A pesquisa consultou 1218 eleitores residentes na Região Metropolitana da Baixada Santista. Entre os entrevistados, 52,6% são mulheres e 47,% são homens. Para acessar o conteúdo completo acesse: http://www.boqnews.com/edicao/pesquisa-eleitoral-regional-setembro-2014/.

Tomo a liberdade de compartilhar algumas considerações, mas adianto que não tenho grande conhecimento sobre os bastidores da política regional (custos, partidos, coligações, alianças, etc.), então são impressões bastante pessoais.

Entre os concorrentes a presidência da república, Marina Silva lidera com 35,2% das citações, seguida por Dilma, com 19,8%. Surpreende a grande margem de diferença entre as duas primeiras colocadas. Quando observado do desempenho de Aécio Neves, essa distância é ainda maior. O candidato tem 15,9%. Pasme! Os eleitores entrevistados que não sabem em quem votariam somam 16,8%.

Surpreende o fraco desempenho do candidato Aécio Neves e a larga margem que distancia Marina Silva dos demais concorrentes. A pesquisa sugere possíveis cenários para o segundo turno das eleições: Marina (48%) x Dilma (21,7%); Dilma (24,8%) x Aécio (31,9%); Marina (43,6%) x Aécio (20,95%). Volto a citar o desempenho medíocre do candidato do PSDB, o que conota fraqueza e desarticulação de suas bases eleitorais na região.

Na campanha a governador, há ainda menos novidades. Geraldo Alckmin – atual governador do estado de São Paulo – lidera com 33% das citações. Em segundo, Paulo Skaf tem 20,8%.

Em relação aos candidatos a deputados federais, me surpreendeu o fato de 71% dos eleitores afirmarem ainda não saber em quem votarão. Outro dado que impressiona são os votos brancos e nulos, que juntos somam 11,4%. Isto é, 82% dos eleitores consultados não são alcançados pelas campanhas dos candidatos, que parecem ter cada vez menos conteúdo a apresentar. Os três primeiros colocados, conforme essa pesquisa, são: Papa (3,6%), Bruno Covas (1,8%) e Paulinho Alfaiate (1,6%).

Entre os candidatos a deputados estaduais o ranking aponta que 72% dos entrevistados não sabem em quem votar e 11,8% votariam em branco ou anulariam seu voto. Caio França lidera com 4,1% das intenções de voto, seguido por Telma e Cassio Navarro, ambos com 2,1% das citações. Depois do quarto colocado (Fabião, com 1,4%), todos candidatos têm menos de 1% das citações.

Destaque para o desempenho pífio de políticos tradicionais da região e o imenso percentual de eleitores indecisos, que parecem desconhecer os candidatos e suas propostas ou bases – quando apresentam alguma.

Propostas de trabalho

Visitei o website dos três primeiros candidatos (conforme essa pesquisa) a deputados federais e estaduais para verificar as propostas de trabalho para o desenvolvimento do turismo. O foco de meu comentário não são realizações passadas, mas citações da palavra “turismo” em suas propostas de trabalho.

Os resultados foram os seguintes:

Deputados estaduais

João Paulo Papa

Website: http://www.joaopaulopapa.com.br/content/propostas

Sem propostas para o setor. O que mais se aproxima são as propostas - genéricas - para a cultura:

"Defender no Congresso Nacional legislação que fortaleça políticas culturais como instrumento de integração e desenvolvimento social; Estimular a valorização dos agentes culturais e de um calendário de eventos que promova a integração dos municípios da nossa região".

BrunoCovas

Website: http://brunocovas.com.br/conheca/#propostas

Sem propostas para o setor.

Paulinho Alfaiate

Website: http://paulinhoalfaiate7712.com.br/site/?page_id=19

O que mais se aproxima são as propostas - genéricas - para os transportes:

"Conclusão do VLT, túnel metropolitano entre o Marapé e Zona Noroeste e Túnel submerso Santos/Guarujá, novas ciclovias e respeito aos pedestres são ações importantes para a mobilidade urbana e assim evitar que usuários dos transportes coletivos e motoristas não percam tanto tempo parados no trânsito da baixada".

Deputados estaduais

Caio França

Website: http://www.caiofranca40640.com.br/

Sem quaisquer propostas. O website apresenta um punhado de notícias e uma agenda repleta de visitas a feiras e caminhadas.

Telma de Souza

Website: http://www.redetelma.com.br/propostas.asp

Sem propostas para o setor. O que mais se aproxima são as seguintes propostas:

Meio Ambiente e Sustentabilidade: "Lutar pela criação de parques; e Lutar pela proteção dos mananciais".

Cultura: "Construção de novos equipamentos de Cultura, seguindo exemplos de sucesso como a Casa das Rosas; Incentivar a identificação e potencialização dos espaços destinados à Cultura nas regiões metropolitanas, para estimular o seu uso e a criação artística; e Lutar pela criação de um programa de recuperação do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado".

Desenvolvimento econômico com qualidade de vida: "Destinar recursos do Orçamento Estadual para infraestrutura portuária nos municípios de Ilhabela e Cananéia, com fins turísticos ambiental, objetivando a realização de escalas de transatlânticos".

Cássio Navarro

Website: http://cassio15777.com.br/

Sem quaisquer propostas. Há uma página sobre a atuação anterior do candidato como Vereador de Praia Grande (2001-2004) e Deputado Estadual, quando foi eleito suplente.

Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista


No mês de agosto formei uma equipe e elaborei uma estratégia de trabalho para elaborar a Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista. Uma ação autônoma e apartidária, que visa auxiliar os deputados eleitos a propor ações governamentais para o setor.

O projeto é composto por três frentes de trabalho concomitantes, sendo a primeira uma rodada de visitas técnicas a atrativos turísticos da Região Metropolitana da Baixada Santista, a segunda um pesquisa de opinião pública voltada a profissionais do setor e a terceira é uma série de reuniões técnicas com profissionais dos diversos setores que compõem a atividade turística.

O material resultante dessa ação está sendo compartilhado por meio da internet. Criei uma fanpage no Facebook para centralizar essa ação. Visite: www.facebook.com/agendapropositivadoturismo.

Espero, caro colega, lhe ajudar a refletir sobre a escolha de seus candidatos. Vivemos, atualmente, um completo estado de paralisia governamental em termos de ações relevantes para o desenvolvimento do turismo.

Não temos um ambiente de negócios competitivo para os empreendedores, tampouco incentivos para pesquisadores e docentes. Não temos planejamento estratégico regional da atividade, tampouco fomento a articulação e mobilização de profissionais do setor. Carecemos de profissionais qualificados atuando em cargos públicos e que tenham autonomia e poder de decisão e apoio institucional do governo para sustentar suas ações.

Vamos em frente! Desejo boa sorte aos candidatos, mas espero que possam em algum momento atentar para a elaboração de propostas de trabalho relevantes, tanto para o tradicional trinômio “saúde, educação e segurança” quanto para os setores da moda como “mobilidade” e “sustentabilidade” e para o não menos importante “turismo”.

Um forte abraço!

Sucesso sempre,


Aristides Faria


..:: [Identidade visual] ::: Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista ::..

A criação de uma logomarca que identifique o projeto é importante para auxiliar aos colaboradores e demais interessados a reconhecer as ações relacionadas a Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista.Os elementos inseridos nessa logomarca têm estreita relação com a questão do turismo no contexto da Região Metropolitana da Baixada Santista. Buscou-se proporcionar um design moderno, dinâmico, simples e objetivo.

A letra “i” é internacionalmente conhecida como desígnio de postos de informações turísticas – questão central e elementar para o desenvolvimento desse projeto. Complementarmente, o número “9” faz alusão aos nove municípios que compõem a Região Metropolitana da Baixada Santista, a saber Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente.


Juntos, esses dois elementos compõem o termo “inove” que também intencionalmente remete a inovação e, mais especificamente, a práticas de turismo criativo, que foge, por sua vez, de práticas convencionais ou modelos formatados, adquiridos e impostos para as cidades da região.